30 agosto 2008

(Não) Chove.

Estava esperando ancioso a chegada da chuva. Ventava. Ele dormiu.
Ao acordar no outro dia se sentiu cansado. Estranho isso. Da noite passada só se lembrava da chegada da caravana de parentes. Uma pessoa a mais na contagem deixava a casa ainda mais "apertadinha", como uma das visitas disse, querendo se passar por simpática. E se lembrava também de ver pela porta entreaberta do quarto pela manhã alguém o observando dormir. Se segurou para não arremessar o travesseiro na porta.
E o tempo variava. Às vezes fazia sol, às vezes nublava. O vento continuava. Pensava na indecisão do tempo, de não saber a que viera, o que lhe traria. Olhou para fora de casa. O sol sumiu e enfim parecia que a chuva viria.
Não veio.
Os parentes retornaram. Que lindo... Foi irônico.
Ele continuava indiferente, sem um pingo de saco para pagar de bom moço e ficar com sorrisos fim de tarde afora. Pegou logo alguns textos da faculdade e passou a resumi-los. Tarefa adiada de terça-feira para hoje. Queria passar uma imagem de pelo menos estudioso, já que sem os textos se tornaria uma estátua.
A bagunça que a turma fez em sua casa não foi nada quando descobriu que seus familiares haviam comprado macarrão, pão, biscoitos e refrigerantes. Ele não levantaria no domingo para fazer "almoço comunidade" nem rezando.
A raiva voltara.
Naquele momento apenas a chuva o acalmaria.
Ele não se acalmou.
Dormiu quando os parentes foram felizes a um casamento.
Acordou e se pôs à frente do computador para escrever.
Digitava seus pensamentos e pensava que amanhã enfim seria o último dia de casa lotada. Teria sua individualidade de volta.
Se acalmou porque sabia profundamente que os próximos dias lhe reservariam uma surpresa. Uma boa surpresa.
A surpresa não seria a chuva. Mas seria como ela.

3 COMENTÁRIOS:

M. disse...

Uiii! Contos auto-biograficos sao td na vida!

Casa apertadinha foi foda hein oO

Gabriel Mota disse...

Fodíssimo.

"É... Meio apertadinho né? Rsrsrs :P"


¬¬

Josy disse...

eu li ao som de "enquanto isso na lanchonete" no vanguart! hahaha

mto bom, hein?
adoro pequenos contos com pitadas de teasers!hoho
esse tipo de texto longo eu goosto de ler.
:)